A imagem mostra o alumni de Medicina Veterinária, Vitor Bezerra.

Alumni de Medicina Veterinária é contratado como ortopedista em hospital público veterinário

Não é fácil, mas todo o esforço é recompensado, e cedo ou tarde você começa a colher os frutos daquilo que plantou”, diz Vitor Bezerra, ortopedista em hospital público veterinário

O contato com animais desde a infância fez com que Vitor Bezerra desenvolvesse o sonho de se tornar um médico-veterinário. Para realizá-lo, Vitor passou por muitas experiências diferentes no Grupo UniEduK: o ingresso na faculdade que sempre quis, estágios, residência, até finalmente conquistar seu posto de médico-veterinário em um dos maiores hospitais públicos veterinários do país.

Atualmente, o alumni da UniFAJ atua como ortopedista veterinário. Ele contou ao site do Grupo UniEduK um pouco mais sobre sua história com a ortopedia e a cirurgia. Confira o relato do aluno:

 

MEDICINA VETERINÁRIA DO GRUPO UNIEDUK

Quando a oportunidade de seguir sua profissão dos sonhos surge, não se pode desperdiçá-la! Vitor soube bem disso quando escolheu a UniFAJ para realizar sua graduação em Medicina Veterinária. “A UniFAJ é referência em Medicina Veterinária na região e sempre ouvi excelentes comentários sobre o curso. Sou de Jaguariúna e sinceramente não tive dúvidas sobre o local no qual estudaria”, revelou satisfeito o alumni.

Ao entrar na UniFAJ como bolsista do Hospital Veterinário, o profissional conta que adquiriu grandes bases teóricas e muita prática da rotina hospitalar. Essa não foi uma tarefa fácil, ainda mais porque ele teve que conciliar os estudos, o trabalho e vida pessoal.

Essa foi a minha maior dificuldade desde o primeiro ano da graduação e confesso que ainda hoje o cenário não é tão diferente. Não é fácil, mas todo o esforço é recompensado, e cedo ou tarde você começa a colher os frutos daquilo que plantou”, incentiva o médico-veterinário.

Porém, mesmo com os desafios, Vitor soube aproveitar bem todas as oportunidades oferecidas pelo curso: participou de Grupos de Estudos, do Programa de Iniciação Científica (PIC) e muito mais.

A partir de seu segundo ano na graduação, o alumni começou a participar do Grupo de Estudos de Pequenos Animais (GEPA), o que permitiu a ampliação de seu networking com diversos alunos e profissionais de diversas áreas da Medicina Veterinária. Além disso, em 2019, o médico-veterinário concluiu seu PIC, junto com dois colegas de curso.

Conheci pessoas espetaculares durante essa fase da minha vida, grandes exemplos de professores, orientadores, residentes, bolsistas e estagiários. Todos ajudaram a moldar e acrescentaram um pouquinho ao profissional que eu me tornei”, compartilha Vitor.

Mas nem só de trabalho vive o alumni! Foi na UniFAJ que Vitor conheceu sua atual esposa, o que tornou a experiência da faculdade ainda mais inesquecível.

 

ESTÁGIO SUPERVISIONADO E RESIDÊNCIA

Sabendo que, durante a graduação no Grupo UniEduK, são oferecidos estágios supervisionados por docentes e a residência profissional, ao final do curso, o médico-veterinário não hesitou em participar. Vitor conta que a evolução pessoal que conseguiu com essas experiências lhe proporcionou o sentimento de gratidão.

Tanto o estágio quanto a residência foram realizados em um hospital público veterinário na cidade de São Paulo. O profissional conta que acompanhou o setor de ortopedia, área na qual se especializou posteriormente.

Sobre suas funções no estágio supervisionado, Vitor dividiu a rotina da ortopedia em dois subsetores: o centro cirúrgico e o atendimento. “No atendimento, eu realizava anamneses, exames físicos gerais, realizava talas e curativos. No centro cirúrgico, eu avaliava radiografias, participava do planejamento cirúrgico, auxiliava durante as cirurgias e conversava com tutor sobre orientações e cuidados no pós-operatório”, detalha.

Já, na residência, o profissional revela que passou a ter mais autonomia nas decisões dentro do consultório e do centro cirúrgico, já executando as atividades como veterinário principal em todas as atividades que realizava no estágio.

A dedicação do estudante é nítida perante as conquistas que coleciona em sua profissão. Relembrando o período de estágio, Vitor comenta que, tendo a oportunidade de estar na maior cidade do país, estava disposto a aprender o máximo com os profissionais locais.

Dessa forma, não demorou muito para que uma nova fase iniciasse na vida do alumni. O médico-veterinário se candidatou e foi aprovado para a residência em ortopedia.  “O esforço não somente do estágio supervisionado, mas, durante toda a graduação, valeu a pena quando descobri que havia passado no processo seletivo da residência em ortopedia alguns meses depois”, conta Vitor.

A experiência da residência é algo muito enriquecedor pelos contatos profissionais e, principalmente, por abrir portas no mercado de trabalho. Em conformidade, o alumni comenta: “Graças ao programa, eu consigo trabalhar na área que gosto, atendo e opero ortopedia e estou me aprimorando cada dia mais”.

Mas, além de todo o conhecimento técnico e teórico desenvolvidos no Centro Universitário, as oportunidades de estágio e residência propiciam aprendizado de competências emocionais e comportamentais.

Empatia. Essa foi a minha lição mais valiosa. No estágio supervisionado eu conheci tutores com grande restrição financeira, algumas até em situação de rua. Aprendi a nunca deixar o meu lado humanitário distante do meu lado técnico, aprendi a acolher, escutar e respeitar o tutor enquanto cuido do seu animalzinho”, relata o profissional.

 

ORTOPEDIA VETERINÁRIA

O médico-veterinário Vitor Bezerra expõe que sempre teve admiração pelo centro cirúrgico e anestesiologia, mas se encontrou ao adentrar o mundo da ortopedia cirúrgica.

A ortopedia na graduação era algo fascinante para mim, ver aqueles animais fraturados, com impotência funcional de membros, com mobilidade reduzida ou ausente e com dor voltando a ter uma qualidade de vida era incrível!”, revela.

Nos dias de hoje, o alumni atua como ortopedista num hospital público veterinário na zona leste de São Paulo e em Mogi das Cruzes.

Para início neste cargo, o profissional conta que não passou por processos seletivos específicos. “Ao longo do meu programa de residência, os coordenadores do hospital gostaram do meu trabalho e, quando surgiu uma oportunidade, me propuseram a contratação como ortopedista”, explica o alumni.

Em seu posto, atua na área de traumatologia, cuidando de fraturas e luxações. Além disso, também atende muitos casos de doenças articulares degenerativas, doenças do disco intervertebral, displasia, entre outros casos.

Sua paixão pelo centro cirúrgico também se revela na sua profissão atual, mas Vitor declara que o que mais gosta, na verdade, é de ver o paciente pós-operado bem e receber a gratidão do tutor.

A graduação me deu a base teórica e prática da minha profissão. Tive excelentes oportunidades durante minha vida acadêmica e não deixei nenhuma passar. Aproveitei ao máximo tudo que a UNIFAJ me disponibilizou. Sou grato a instituição e a todos que acrescentaram e ajudaram a formar o profissional que me tornei”, manifestou o alumni.

Em relação ao futuro na profissão, o médico-veterinário revela que pretende se aperfeiçoar cada vez mais em ortopedia e neurocirurgia. “Quem sabe talvez até um mestrado na área em um futuro próximo”, finaliza.

 

Confira notícias do curso de Medicina Veterinária do Grupo UniEduK
Pular para o conteúdo