A imagem mostra a visita à Estação Experimental Syngenta

Alunos de Engenharia Agronômica visitam a Estação Experimental da Syngenta

Acompanhados pelos professores Ricardo Pereira e Paulo Peloia, os futuros engenheiros agronômicos conheceram a unidade da Estação Experimental da Syngenta em Holambra. A empresa é uma das principais estações experimentais da América Latina. A unidade em Holambra é primeira da empresa no mundo a se tornar autossuficiente na geração de energia elétrica limpa. Além disso, é sede do Seedcare Institute.

Os alunos do curso de Engenharia Agronômica realizaram uma visita técnica à Estação Experimental da Syngenta em Holambra. Eles foram acompanhados pelos professores Ricardo Pereira e Paulo Peloia. A atividade fez parte da disciplina Tópicos Essenciais no Agronegócio lecionado no primeiro semestre da graduação.

De acordo com a Syngenta, a empresa é uma das principais estações experimentais da América Latina. A unidade em Holambra é primeira da empresa no mundo a se tornar autossuficiente na geração de energia elétrica limpa.

Atualmente, a Syngenta é considerada líder em desenvolvimento de tecnologias para o mercado agrícola no mundo. Estão presentes em mais de 90 países ofertando soluções e suporte especializado, para que os produtores possam produzir mais e melhor. A empresa está empenhada em recuperar terras à beira da degradação, promover a biodiversidade e revitalizar comunidades rurais.

Além disso, é sede do Seedcare Institute, um centro de pesquisa, desenvolvimento, capacitação e difusão tecnológica que beneficia sementeiras, produtores, comunidade científica, especialistas da área e toda a rede do campo.

Segundo a empresa, com foco no estudo do tratamento de sementes industrial, a estrutura inclui equipamentos e profissionais que realizam vários serviços.

Na ocasião da visita, os estudantes puderam ver no campo as lavouras de soja, milho, algodão e sorgo e todo o manejo empregado para produção da cultura.

O gestor acadêmico do curso de Engenharia Agronômica, professor Ronan Pereira Machado, destaca que a visita foi muito importante aos alunos, pois puderam conhecer uma das principais estações experimentais agrícolas da América Latina em pesquisas e a sede do Seedcare Institute.

Visitas técnicas como essa mostram o diferencial dos alunos de Engenharia Agronômica do Grupo UniEduK que aprendem na prática, vivenciando não apenas a cultura no campo, mas conhecendo e aprendendo, com empresas como a Syngenta, as melhores práticas agrícolas para a produção de alimentos de forma mais sustentável”, finaliza o docente.

Pular para o conteúdo