Agende uma visita!

Alunos do curso de Educação Física Híbrido do Grupo UniEduK gravam vídeos para o projeto “Atividades Físicas e Qualidade de Vida”

Com o objetivo de demonstrar que é possível praticar exercícios físicos para a melhoria da qualidade de vida sem sair de casa, os estudantes aprendem na prática a profissão

Sabe-se que a prática de atividades físicas está intimamente ligada à qualidade de vida e à promoção da saúde, portanto, todos devem se exercitar. De acordo com as novas diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), sobre atividade física e comportamento sedentário, todas as pessoas, de todas as idades e habilidades, podem ser fisicamente ativas e todo tipo de movimento conta. Pelas novas diretrizes, todos os adultos, incluindo portadores de doenças crônicas ou incapacidade, devem praticar ao menos entre 150 e 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa por semana. Para as crianças e adolescentes,  a média recomendada é de 60 minutos por dia. 

Para algumas pessoas, ainda se faz mais necessária a prática, em casos de reabilitação da saúde. Com a pandemia de Covid-19 perdurando, a solução é intensificar a prática para a promoção da saúde física e emocional, mesmo que dentro de casa.  Pensando nesses fatores, foi criado o projeto “Atividades Físicas e Qualidade de Vida”, do curso de Educação Física Híbrido do Grupo UniEduK (UniFAJ e UniMAX). 

O desafio foi criar um conteúdo multimídia como forma de incentivar a execução de exercícios para melhora do condicionamento físico, recuperação de pacientes de cirurgias bariátricas e recuperação pós-Covid. Exercícios físicos são qualquer atividade que mantém ou aumenta a aptidão física em geral. Têm o objetivo de alcançar a saúde, a reabilitação e também a recreação. Orientados pelos professores Marcelo Lopes e Juliana Fonseca, trinta e quatro estudantes gravaram vídeos para o projeto. 

É muito importante para a carreira desses alunos o contato com esses temas ainda na faculdade, sob supervisão profissional e orientação específica. A  sociedade ganha profissionais mais atualizados e capacitados. Os vídeos demonstram o novo cenário profissional que esses estudantes encontrarão e, com certeza, a sociedade exigirá cada vez mais profissionais capacitados e adaptados ao novo. Os próprios alunos valorizaram o projeto e se dedicaram de maneira bastante envolvente, fazendo com que a atividade tivesse um valor muito maior que a possível ‘nota’ dada ao término do trabalho. Foi enriquecedor!”, explicou o prof. Marcelo.

A iniciativa de caráter sociocultural está alinhada com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU em 2015. Uma pauta que está presente nos conteúdos dos cursos do Grupo UniEduK, comprovando sua responsabilidade social ao promover ações e projetos socioculturais e ambientais que envolvem alunos e comunidade por meio do ensino baseado em problemáticas reais. 

Desta forma, o projeto de Educação Física contribui para a formação do aluno e promove a cidadania e o respeito na escola e na sociedade. Aprimora habilidades sociais e psicológicas dos alunos, além de mostrar o relevante papel do profissional de Educação Física no desenvolvimento de práticas que visam à promoção, prevenção, proteção e reabilitação da saúde. 

“A qualquer momento e independentemente da idade, a adoção de hábitos saudáveis tende a trazer longevidade e qualidade de vida. Quanto maior o nível de atividade física, maior o efeito sobre eventos cardiovasculares, recuperação de cirurgias e pós-covid, assim como mortalidade. Além da melhora na função cardiovascular e imunológica, exercitar-se contribui com a saúde mental, ajudando a reduzir sentimentos como estresse e ansiedade, comuns em tempos de isolamento social”, explica a gestora de cursos híbridos do Grupo UniEduK, prof. Luciane Sandrini Dias. 

 

Confira os vídeos

Skip to content