Cientistas de Oxford e da Universidade Johns Hopkins palestram sobre transformação digital na saúde primária e desenvolvimento cognitivo infantil

Cientistas de Oxford e da Universidade Johns Hopkins palestram sobre transformação digital na saúde primária e desenvolvimento cognitivo infantil

A aula será na quinta-feira, 13 de junho, às 19 horas e terá transmissão gratuita ao vivo, pela internet, aos alunos da UniFAJ e UniMAX

Nesta quinta-feira, 13 de junho, o Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ) e o Centro Universitário Max Planck (UniMAX) têm a honra de receber os doutores Anuraj Shankar e Anita Shankar, de Oxford e da Universidade Johns Hopkins, respectivamente, para uma palestra sobre transformação digital na saúde primária e desenvolvimento cognitivo infantil. A palestra será transmitida no YouTube da UniEduk, às 19 horas, e para assistir basta se inscrever gratuitamente clicando aqui.

Os cientistas abordarão a transformação digital da saúde na atenção primária e a necessidade de mudança cultural para que essa transformação tenha sucesso a prestadores de saúde e pacientes. A aula incluirá, ainda, discussões sobre o desenvolvimento cognitivo infantil e como as intervenções para melhorar o empoderamento e a resiliência são essenciais para acelerar o sucesso dos cuidados de saúde primária atualmente.

A palestra, que contará com tradução simultânea para o português, é uma iniciativa do Centro de Pesquisa e Inovação em Saúde Mental (CISM) e voltada aos residentes de Psiquiatria, enfermeiros e psicólogos de programas de especialização em saúde mental, além de médicos e profissionais da saúde.

O evento também contará com a participação do diretor científico do CISM, professor Paulo Rossi Menezes, que também é professor titular no Departamento de Medicina Preventiva da USP e membro titular da Academia de Ciências do Estado de São Paulo.

Anuraj Shankar

O Doutor Anuraj Shankar lidera a Unidade de Pesquisa em Saúde Comunitária da Universidade de Oxford – Indonésia, em Jakarta, além de integrar o Centro de Medicina Tropical e Saúde Global da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Anuraj tem vasta experiência como investigador principal de ensaios em países de baixa e média renda, avaliando os efeitos da nutrição e de outras intervenções na mortalidade e morbidade materna, neonatal e infantil e no desenvolvimento cognitivo infantil, além de função de imunidade, incluindo dados sobre malária, diarreia e pneumonia.

Seu trabalho abrange desde a biomedicina até a política de saúde, com o tema central de regulação e resiliência de sistemas complexos nos níveis biológico, comportamental e programático. Anuraj conduziu vários ensaios randomizados em grande escala e estudos de corte que examinam o impacto da nutrição, diagnóstico, vacinas e saúde digital sobre a saúde materno-infantil e o desenvolvimento cognitivo na primeira infância.

Anuraj também é cofundador da Open Smart Register Platform (OpenSRP), uma plataforma de informação digital de código aberto para profissionais de saúde comunitários da linha de frente. E é cofundador do Genomic Solidarity Indonesia (GSI) Laboratory, a principal instalação de sequenciamento genômico na Indonésia.

O cientista ainda criou o Summit Institute for Development (SID), líder em inovações em saúde comunitária. Mais recentemente, com colegas brasileiros, co-criou o Genomics and Science Dojo e a arte marcial mental conhecida como Shinjitsu para aprimorar a pesquisa e a educação na Ciência.

Em 2020, Anuraj investigou a concepção de diagnósticos sorológicos e moleculares assistidos digitalmente para a infecção por SARS-CoV-2, a avaliação da Covid-19 na gravidez e o impacto das mudanças no sistema de saúde relacionadas com a doença na saúde materna e neonatal, na Indonésia.

Anita Shankar

A Doutora Anita Shankar é cientista associada da Universidade Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, no Departamento de Saúde Internacional, além de diretora-executiva do Self-Empowerment and Equity for Change (SEE Change) Initiative at the School.

Nos últimos 30 anos, construiu trajetória em biologia e antropologia médica. Sua pesquisa abrange uma série de questões de saúde e desenvolvimento, incluindo o empoderamento das mulheres, violência de gênero, saúde materna e infantil, HIV, nutrição e capacitação de recursos humanos.

Anita lidera o SEE Change, um programa global de pesquisa e formação concebido para fortalecer o empoderamento como meio de catalisar um maior progresso em direção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Em sua pesquisa, a cientista trabalha para estabelecer as bases científicas e ferramentas para intervenções de empoderamento para aumentar a adaptabilidade, garantir meios de subsistência e melhorar a saúde.

Serviço:

Palestra ”Transformando a atenção primária: sobrevivendo para prosperar”

Data: 13/06/24

Horário: 19 horas

Local: Youtube da UniEduK

Inscrições gratuitas: Transformando a atenção primária: sobrevivendo para prosperar – online – Sympla

 

Pular para o conteúdo