A imagem mostra um profissional com curso técnico ou faculdade fazendo atendimento a um paciente.

Compensa fazer curso técnico ou faculdade?

Para fazer a escolha entre um curso técnico ou faculdade, você precisa levar em consideração vários fatores determinantes que podem fazer a diferença no seu futuro profissional

Em primeiro lugar, para responder essa pergunta e fazer uma escolha, antes, você precisa saber EXATAMENTE qual a diferença entre um curso técnico e uma faculdade. A gente te explica!

 

CURSO TÉCNICO

O curso técnico é de nível MÉDIO, portanto NÃO é considerada uma graduação (faculdade) e essa é sua principal desvantagem em relação ao Ensino Superior, pois não te permitirá avançar e fazer, por exemplo, uma pós-graduação em seguida.

A duração do curso técnico varia entre dois meses a três anos.

O principal objetivo é capacitar a mão de obra de forma rápida para o mercado de trabalho e se apresenta em três modalidades diferentes:

  1. Curso técnico integrado – Algumas instituições de ensino oferecem o curso técnico junto do Ensino Médio, portanto você cursa as duas coisas ao mesmo tempo, o que pode ser um diferencial para quem nunca trabalhou e está tentando ingressar no mercado de trabalho. Você precisa ter concluído o Ensino Fundamental para fazê-lo.
  2. Curso técnico concomitante – Neste caso, você estuda o Ensino Médio numa escola e num determinado período e o Ensino Técnico em outra instituição e em outro horário. Para isso, você precisa, pelo menos, estar matriculado no primeiro ano do Ensino Médio.
  3. Curso técnico profissionalizante ou subsequente – Para este, você precisa ter concluído o Ensino Médio. A duração é de, no máximo, dois anos divididos em módulos.

Em todos os casos, o objetivo é a PROFISSIONALIZAÇÃO.

 

FACULDADE

Graduação é faculdade? É sim, meu caro! E por faculdade também pode ser entendida a parte física da instituição de ensino, onde são oferecidos diversos cursos de nível SUPERIOR.

Porém, a origem da palavra faculdade é do latim FACULTAS que significa o poder, o direito, a aptidão de fazer algo. E é exatamente isso que a faculdade propõe: ajudar você a desenvolver seu dom, seu talento, seu potencial para fazer algo com competência (SABER) e habilidade (SABER FAZER) em prol da sociedade e de seu projeto de vida.

A faculdade, graduação ou Ensino Superior varia de dois a seis anos (Medicina, por exemplo). São inúmeros cursos nas áreas de Exatas, Humanas, Saúde, Tecnologia, Agronegócio, etc. e também se encontra em três modalidades diferentes:

  • Bacharelado

O objetivo do bacharelado é formar um PROFISSIONAL GENERALISTA, ou seja, com conhecimentos sólidos que se estendem a vários campos relacionados à sua área de formação.

Os cursos de bacharelado são oferecidos tanto em faculdades públicas como privadas, nos formatos presencial, semipresencial (híbrido) e à distância.

  • Licenciatura

O objetivo da licenciatura é formar PROFESSORES e EDUCADORES, ou seja, profissionais focados na formação de crianças e adolescentes em escolas públicas ou particulares no Ensino Fundamental ou Médio, dependendo de sua área de atuação.

  • Tecnólogo

Tecnólogo é graduação? É sim, gente! ☺

O Tecnólogo pode fazer pós-graduação? Pode sim! ✔

Quem é formado em Tecnólogo pode fazer MBA? Pode também! ㋡

Quem fez tecnólogo pode fazer mestrado no exterior? Simmmmm!!!!

 

O curso tecnólogo é de nível SUPERIOR e dura no máximo três anos. É muito bem valorizado, pois é voltado para atender as necessidades do mercado de trabalho.

Lembre-se: para cursar qualquer uma dessas modalidades, é necessário ter concluído o Ensino Médio.

Agora, vamos imaginar!

 

Situação 1:

Você terminou o Ensino Médio, ainda não tem 18 anos, está muito perto disso acontecer e alcançar a tão esperada maioridade.

Sendo assim, você perdeu os privilégios de criança e começa a sentir a pressão, seja da família ou da sociedade para “dar um rumo na vida”. E esse rumo envolve tanto emprego como estudo.

Situação 2:

Você estava empregado, feliz e contente no seu emprego, porém a empresa que trabalhava realizou vários cortes e, infelizmente, você estava no meio dos que foram dispensados.

Como você já terminou o Ensino Médio trabalhando não se preocupou muito em continuar os estudos.

Situação 3:

Você está muito bem empregado e surgiu uma grande oportunidade de ser promovido, porém a empresa exige um nível de formação maior do que Ensino Médio.

Nas TRÊS situações, a dúvida é a mesma: Compensa fazer curso técnico ou faculdade? 

A resposta é: depende do seu OBJETIVO!

 

– Preciso entrar logo no mercado de trabalho?

– Melhorar meu currículo?

– Obter mais conhecimento em determinada área?

 

O curso superior tecnológico, por exemplo, é uma ÓTIMA OPÇÃO, que pode agilizar e recuperar seu tempo, além de ser uma graduação de nível SUPERIOR e permitir que você faça uma pós-graduação depois.

Mas, pense bem, coloque na balança. Se você estiver na situação 3, em que seu chefe quer de você um conhecimento mais aprofundado, talvez você deva considerar fazer logo de cara um bacharelado. Se quer ser professor, não há dúvidas, é pela licenciatura que deve optar.

Escolha o que melhor se encaixa com seu perfil ou com sua necessidade e vá sem medo!

 

Ah! E conte com a gente para isso! O Grupo UniEduK oferece todos os tipos de ensino. Conheça nossas opções:

Pular para o conteúdo