A imagem mostra a visita à Bloom Flores

Estudantes de Engenharia Agronômica fazem visita técnica à Bloom Flores

Acompanhados pelos professores Augusto Yukitaka Pessinatti Ohashi, Diego José de Sousa Pereira e Richard van den Broek, os futuros engenheiros agronômicos, visitaram a Bloom Flores, que existe desde a década de 80. A empresa, desde 1996, produz plantas de vaso, sendo seus principais produtos: Kalanchoes e Grand Kalanchoes. Eles atuam junto à Cooperativa Veiling Holambra.

A Bloom Flores foi o destino da visita técnica realizada pelos estudantes do curso de Engenharia Agronômica da FAAGROH (Grupo UniEduK) A atividade contou com a participação dos alunos do quinto e sétimo semestre. Eles foram acompanhados pelos professores Augusto Yukitaka Pessinatti Ohashi, Diego José de Sousa Pereira e Richard van den Broek.

A empresa existe desde a década de 80 e iniciou com a produção de plantas verdes no Sítio Chuva de Ouro. Em 1996, expandiram os negócios com a introdução da produção de flores de vaso. Desde então, a Bloom Flores cultiva Kalanchoes e Grand Kalanchoes, junto à Cooperativa Veiling Holambra, levando as plantas para todo o território nacional.

Durante a vista, os estudantes conheceram o sistema e manejo da irrigação Erfgoed Holandês. “Nesse sistema, as plantas recebem a quantidade certa de água, na hora certa, no lugar certo e com os aditivos corretos como fertilizantes e produtos de limpeza. Esse sistema responde de maneira ideal às necessidades de irrigação das plantas através de sensores no piso e dentro dele”, explica o gestor acadêmico do curso, professor Ronan Pereira Machado.

A atividade fez parte de duas disciplinas – Hidrologia e Hidráulica e Fundamentos Gerais de Irrigação e Drenagem. A visita técnica propiciou aos alunos vivenciar no campo o correto manejo de irrigação, onde se busca produtividade, qualidade, eficiência e economia de uso da água.

No cultivo de plantas, os assuntos mais discutidos são o substrato e a rega. Se esses dois componentes estiverem perfeitamente coordenados, a produção terá melhores resultados de crescimento. Portanto, poder mostrar aos alunos soluções de cultivo integrados, onde se conectam perfeitamente, com um gerenciamento ideal da água é fundamental para a formação de profissionais dos quais o futuro do agronegócio precisa”, destaca o gestor.

Pular para o conteúdo