Grupo UniEduK lança oficialmente projeto inédito no Brasil sobre saúde mental

Em parceria com o poder público e universidades, CISM será desenvolvido em Indaiatuba e Jaguariúna

O Grupo UniEduK, por meio do Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ) e do Centro Universitário Max Planck (UniMAX), lançou oficialmente, neste mês de março, o novo Centro de Pesquisa e Inovação em Saúde Mental (CISM). O programa será desenvolvido nos próximos 10 anos e tem como foco, em parceria com o poder público e universidades, oferecer novos e avançados métodos de tratamento em saúde mental para moradores de Indaiatuba e Jaguariúna, no interior de São Paulo.

O projeto foi apresentado nas duas cidades. Na quarta-feira (15), no anfiteatro da UniMAX, mais de 600 pessoas acompanharam a solenidade de forma presencial e on-line pelas redes sociais da Faculdade. Na quinta-feira (16), o lançamento foi no anfiteatro da UniFAJ, em Jaguariúna, quando 500 pessoas assistiram ao evento de maneira presencial e pela internet.

A Diretora da UniMAX, professora Luciana Mori, lembrou que ter um projeto de pesquisa dessa monta, com a participação de uma instituição de ensino privada, é algo inédito no Brasil. “O que buscamos com a parceria público-privado é entregar para a população uma saúde mental de qualidade. Este é apenas o pontapé inicial de um projeto extremamente inovador e a nossa pretensão é que, aliado às melhores práticas e técnicas, possamos entregar à sociedade pessoas emocionalmente muito mais saudáveis”, salientou.

Já o Diretor da UniFAJ, professor Flávio Pacetta, ressaltou a importância da continuidade que o projeto oferece. “O CISM é um programa contínuo, não é uma ação que será desenvolvida em um dia e depois se encerra. É algo totalmente inovador no país e um verdadeiro legado que deixaremos para nossos filhos e netos. Estamos falando de um programa que vai beneficiar não somente estudantes e professores dos cursos da área da saúde, mas principalmente moradores de Indaiatuba e Jaguariúna, uma vez que isso abre a possibilidade de vários outros órgãos e setores do poder público e do terceiro setor se agregarem para o desenvolvimento de outros projetos derivados”, disse.

Participaram ainda de ambos os encontros autoridades locais, membros do Governo do Estado de São Paulo, bem como docentes e alunos dos cursos de Medicina, Biomedicina, Psicologia, Enfermagem, Farmácia, Nutrição e Fisioterapia. Ainda presentes nos eventos estavam diretores e o mantenedor do Banco Industrial do Brasil e do Grupo UniEduK.

A mesa de apresentação do projeto foi composta por pesquisadores do CISM, o doutor Eurípedes Constantino Miguel, professor titular e coordenador do Programa de Pós-graduação e vice-chefe do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP); o doutor Luis Augusto Rhode, professor titular do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); e o doutor Paulo Rossi Menezes, professor titular de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP. De forma virtual e direto de Portugal, participou também do evento o professor doutor Nuno Sousa, membro do Conselho Consultivo do Curso de Medicina do Grupo UniEduK.

Ainda, durante os encontros, os prefeitos de Indaiatuba e Jaguariúna destacaram a importância do CISM para a rede pública de saúde.

As pessoas estão perdendo os vínculos afetivos com família e amigos e isso traz um prejuízo enorme ao longo do tempo. Por isso, um projeto com essa magnitude prevê um acompanhamento mais clínico nas ações que envolvam a saúde mental”, comentou o prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar. “O CISM é um marco para que toda a municipalidade esteja engajada com instituições renomadas do Brasil e no mundo. Não podemos tratar de maneira igual os desiguais. E quando falo tratar diferente é porque essa pessoa merece uma atenção especial”, completa o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis.

 

Saúde mental e qualidade de vida

Atualmente, no Estado de São Paulo, 12% de toda a população necessita de algum tipo de atendimento relacionado à saúde mental. E, para atender essa demanda cada vez mais crescente, o CISM atuará basicamente em três eixos. O primeiro envolve a necessidade de avançar nas pesquisas em Neurociência de Precisão em saúde mental. Isso será vinculado à Coorte Transgeracional Brasileira de Alto Risco para Transtornos Mentais, que permite a pesquisadores e estudantes em ciências de saúde mental de ponta investigar os fatores genéticos e ambientais que precipitam transtornos mentais em um estudo com 2.511 crianças e adolescentes acompanhados por mais de uma década.

A segunda área tem como foco desenvolver e testar novas tecnologias de intervenção em transtornos mentais, utilizando de soluções digitais e criando hubs de inovação no Estado de São Paulo. Entre essas iniciativas, está o desenvolvimento de um aplicativo para tratamento de alcoolismo por meio do uso de um bafômetro portátil acoplado ao celular do paciente, premiando o tempo de abstinência de forma progressiva.

O terceiro eixo vai atuar sobe a perspectiva de reduzir o tempo entre a descoberta de intervenções eficazes em saúde e sua utilização na prática clínica, percurso que hoje leva em torno de 20 anos. O CISM desenvolverá estudos com foco na implementação de intervenções de saúde mental sofisticadas, como terapia cognitivo-comportamental pela internet e visitas domiciliares focadas no apego seguro de mães e bebês ao SUS.

 

Sobre o Grupo UniEduK

Há 23 anos no mercado, o Grupo UniEduK, é composto pelo Centro Universitário de Jaguariúna – UniFAJ, Centro Universitário Max Planck – UniMAX e Faculdade de Agronegócios de Holambra – FAAGROH, instituições reconhecidas com nota máxima (5) pelo MEC em corpo docente, infraestrutura e Projeto Pedagógico do Curso (PPC). Com a missão de promover a educação socialmente responsável, com alto grau de qualidade, propiciando o desenvolvimento dos projetos de vida dos alunos, o Grupo UniEduK tem como foco transformar o futuro das pessoas, na prática. Para tanto, dispõe de moderna infraestrutura em 9 campis, equipados com Hospital Veterinário, Interclínicas e Centro Clínico de Especialidades Médicas. Tendo como mote fornecer uma educação de qualidade e prática que empregue pessoas, o Grupo UniEduK não mede esforços para investir em inovação, pessoas, infraestrutura e tecnologias que façam a diferença na formação profissional.

Para isso, a instituição de ensino conta com o Modelo de Ensino Educar, que utiliza de metodologias ativas, onde o aluno é o protagonista de sua jornada de aprendizagem e com certificações intermediárias para aumentar as chances de conquistar uma vaga no mercado de trabalho. São diversos cursos nas áreas de Saúde, Humanas, Exatas, Tecnologia e Agronegócio nas modalidades presencial e a distância, entre outras opções de pós-graduação, MBA, extensão e especialização. Todos os cursos presenciais possuem no mínimo 50% de aulas práticas desde o início, corpo docente altamente qualificado e infraestrutura moderna, com salas de aulas e laboratórios equipados de acordo com as necessidades do mercado de trabalho.

Crédito das imagens:
Foto 1 (Indaiatuba) – Eliandro Figueira/Grupo UniEduK
Foto 2 (Jaguariúna) – Igor Carreira/Grupo UniEduK
Foto 3 (Jaguariúna) – Renan Carvalho/Grupo UniEduK

Contatos com a imprensa:

Jean Martins
(19) 99153-4765
jean.martins@jtcom.com.br

Julia Teixeira
(19) 99134-4050
julia.teixeira@jtcom.com.br

Pular para o conteúdo