Há muito amor e dedicação nos famosos biscoitos da Toninha

“A persistência faz com que uma pessoa descubra que existe, dentro de si, sonhos maiores do que ela imagina”. Com essa belíssima frase, a copeira Toninha resume o seu sentimento em relação ao trabalho que realiza na UniMAX há 11 anos. Ao longo desse período, ela diz que teve muitos aprendizados e reconhecimento e conta uma história que marcou a sua vida.

Ela fez a releitura de uma receita de biscoitinho de nata. Foram meses trocando ingredientes, tempo de forno, pesos e medidas. O que ela não imaginava é que alguém pudesse gostar tanto dos biscoitos. “Completando seis meses de persistência e muito amor envolvido com o que amo fazer, ouvi uma voz dizer assim: Antônia, os biscoitos ficaram ótimos! Agora você acertou. Guarde a receita porque não precisa mudar mais nada”, conta.

Toninha diz que ficou muito feliz e que sabia que a pessoa que a elogiou na verdade estava ensinando-a a pescar. “Esse moço, que tanto insistiu para que eu padronizasse a receita do biscoito de nata, é e sempre foi um grande investidor nos meus sonhos: professor Tannus”, diz. 

Entre muitas outras coisas, os anos de trabalho na UniMAX ensinaram a Toninha que a persistência vence a insistência. “Posso insistir por um tempo, algumas vezes, e desistir. Mas a persistência faz com que uma pessoa descubra que existe, dentro de si, sonhos maiores do que ela imagina”

Pular para o conteúdo