Márcio Sanches, diretor de Pesquisa e Inovação do InovaEduK, durante evento de lançamento do novo hub de inovação da UniFAJ, em Jaguariúna, nesta segunda-feira, 6 de maio

Novo hub de inovação da RMC, InovaEduK é lançado no campus da UniFAJ em Jaguariúna

Evento de lançamento ocorreu na segunda-feira (6) e trouxe como debate a ‘inovação aberta’ e a importância de apostar em ideias estratégicas e disruptivas

Ter a oportunidade de estar envolvido em um ecossistema de busca de conhecimento e tecnologias dentro e fora dos limites organizacionais. Esse é o conceito de inovação aberta, tema que norteou o lançamento do InovaEduK, o mais novo hub de inovação da Região Metropolitana de Campinas (RMC) e que oferecerá uma variedade de serviços no campus 2 do Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ), no interior do Estado de São Paulo.

O lançamento do hub, que marcou ainda as comemorações do aniversário de 25 anos do Grupo UniEduK, ocorreu na noite de segunda-feira (6) e contou com a presença de membros do centro universitário e do InovaEduK; além de autoridades locais e profissionais renomados das áreas da saúde, inovação e empreendedorismo.

A novidade surge com a proposta de oferecer um conjunto de estratégias e ações, abrangendo diferentes setores da economia, a fim de estimular a cultura empreendedora, desenvolver a capacidade de inovação, fortalecer a construção do relacionamento entre pessoas e instituições e fomentar negócios na comunidade.

“É uma satisfação e um grande orgulho lançar o InovaEduK que pretende, por meio da organização de eventos, da gestão de um espaço de coworking e da oferta de um portfólio de serviços completo, fomentar um ecossistema de inovação, pesquisa e de desenvolvimento na região”, salientou Márcio Sanches, diretor de Pesquisa e Inovação do InovaEduK. “A nossa missão é ser foco de atração e retenção de talentos que queiram crescer, criar alternativas de carreira e projetos, além de desenvolver ideias que possam trazer soluções inovadoras para a sociedade, empresas e ao poder público.

O diretor geral da UniFAJ, professor Flávio Pacetta, salienta que o momento é um divisor de águas e representa a consolidação do envolvimento com empreendedorismo, inovação, tecnologias e pesquisa que o centro universitário sempre cultivou.

“Para a UniFAJ, é um marco ter um hub que trará para dentro da instituição mais demandas das empresas e utilizará esse ambiente riquíssimo, acadêmico, inovador, com tantas parcerias com órgãos públicos e privados. Juntamente com alunos, professores e pesquisadores poderemos oferecer ainda prestação de serviço de altíssima qualidade para que essas empresas possam desenvolver suas demandas em pesquisa e inovação em todas as áreas. Essa inovação é algo fantástico”, ressalta.

Inovação aberta

Ainda durante o evento de lançamento, os participantes conheceram um pouco mais sobre os benefícios que serão ofertados à comunidade universitária e à sociedade. Na ocasião, também foram apresentadas as startups (residentes e âncoras) que compõem o novo hub. Por fim, os presentes assistiram um debate entre especialistas, que abordaram o tema “Inovação aberta: colaboração além das fronteiras”.

“Sem dúvidas, os principais benefícios deste modelo incluem o aumento da velocidade do desenvolvimento de inovações, a redução de custos por meio da colaboração, o compartilhamento de riscos e a ampliação de potenciais fontes inovadoras. Na prática, isso pode levar a soluções mais eficazes e criativas, que seriam difíceis de alcançar operando isoladamente. A inovação aberta permite que as empresas respondam mais rapidamente às mudanças do mercado e explorem novas oportunidades de negócios que emergem da colaboração entre diferentes setores e disciplinas”, explicou o diretor do Hub de Inovação MTI e moderador do evento de lançamento do InovaEduK, Fábio Neto.

Ainda durante o evento, os participantes destacaram todas as possibilidades dentro da inovação aberta, que prioriza a colaboração, compartilhamento de conhecimentos, estratégias e tecnologias, ampliando os horizontes da criatividade e acelerando o desenvolvimento por meio de soluções inovadoras, competitivas e alinhadas com as necessidades do mercado.

“É fundamental que as instituições acadêmicas tenham uma matriz centrada na geração e valorização de conhecimento. Ou seja, que valorizem a pesquisa e a inovação. As instituições acadêmicas que conseguem fazer isso, são aquelas que obviamente são reconhecidas do ponto de vista da qualidade e a UniFAJ está, a partir desta iniciativa do InovaEduK, criando condições ímpares para que toda a comunidade acadêmica possa participar deste fantástico mundo de propostas inovadoras e do empreendedorismo”, afirmou o professor Nuno Sousa, que é médico neurologista e docente da Universidade do Minho, de Portugal, e atua no Conselho Consultivo do curso de Medicina da UniFAJ.

Participaram ainda do debate o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis; e o CEO da Veiling Holambra, Jorge Possato. Além de Jaguariúna, o InovaEduK foi lançado mês passado em Indaiatuba e estará disponível também no campus 1 do Centro Universitário Max Planck (UniMAX).

Pular para o conteúdo