A imagem mostra momentos como cuidar plantas no inverno

O inverno chegou: como cuidar das plantas? O Grupo UniEduK explica

Engenheiro agrônomo da FAAGROH explica como cuidar plantas no inverno e porque algumas espécies sofrem mais com as baixas temperaturas e o tempo seco

O inverno chegou e as baixas temperaturas se tornam grandes vilãs também para a “saúde” das plantas, que são fundamentais para o meio ambiente. Mas, afinal, como cuidar das plantas nesta estação?

Mais do que simples objetos decorativos, esses vegetais são compostos por 80% de água, fator que influencia no crescimento, no desenvolvimento e na sua reprodução. O frio, por sua vez, acaba afetando seus fluídos, congelando-as e, consequentemente, matando suas células.

É o que explica o engenheiro agrônomo e gestor do curso de Engenharia Agronômica da Faculdade de Agronegócios de Holambra (FAAGROH) do Grupo UniEduK, Ronan Pereira Machado.

Em climas mais frios, onde ocorrem geadas, a fina película de gelo que se forma com a queda da temperatura acaba cobrindo toda a planta e faz com que a radiação solar tenha seus efeitos amplificados, queimando sua superfície”, salienta. “O vento também faz com que a questão térmica sentida pela planta seja ainda menor que a temperatura ambiente.”

Ainda durante o inverno, segundo Ronan, a maioria das espécies de plantas entra num período de dormência. Ou seja, ela tem seu metabolismo reduzido para suportar o frio e ventos da estação, ficando pronta para a intensa atividade metabólica que virá na primavera.

O mínimo de temperatura que uma planta resiste varia de espécie. As mediterrâneas, por exemplo, toleram entre 10 e 12 graus; enquanto as tropicais de 20 a 22. Já as espécies que se adaptam bem ao frio aguentam até cinco graus negativos, sem apresentar qualquer problema.

Entre as plantas que mais sofrem com o frio estão as helicônias, as bromélias, as clúsias, a espada de São Jorge, as suculentas e as cactáceas.

São espécies perenifólias e de região tropical, que apresentam folhas mais largas e que mantém o metabolismo e o desenvolvimento constantes durante todo o ano, independente da época”, explica o engenheiro agrônomo da FAAGROH. Mas, há também aquelas que são mais resistentes, com as azaleias, camélias, lavandas, hortênsias, rosas e tulipas”.

Mas como cuidar das plantas nesse período de baixas temperaturas?
Mesmo com o frio intenso, o engenheiro agrônomo da FAAGROH garante que é possível manter aquela plantinha de casa sempre viva e saudável. Para isso, alguns cuidados especiais são necessários. Confira.

1-Qual ambiente ideal para mantê-las saudáveis?
“Plantas em vasos e suspensas podem ser colocadas dentro de casa e as que necessitam de sol mais próximo possível da janela. Porém, não tão próxima também, pois as temperaturas extremas podem deixar as janelas bem frias, danificando-as”, orienta Ronan.

2-Quando as plantas devem ser regadas?
O momento certo de regá-las é durante a manhã. Assim, elas terão o dia todo para evaporar a água que for absorvida, evitando o acúmulo de umidade durante a noite e impedindo a proliferação de fungos.

3-Pode adubar no inverno?
A orientação é não realizar adubação, pois o momento é de descanso para as plantas. O adubo irá estimular a brotação e causará um desgaste maior. A época é ideal para fazer a correção do solo. Adube apenas as mais necessitadas, doentes ou em floração, dando preferência aos produtos orgânicos para não causar toxidez e maior acidez ao solo.

4-Limpas e longe de doenças
O inverno é o período em que as plantas precisam de podas de limpeza e, após realização do serviço, a pulverização com fungicida, o que deve reduzir o aparecimento de doenças.

5-Tomar sol também faz bem
Por fim, o engenheiro agrônomo da FAAGROH recomenda que seja retirada as folhas amareladas e os galhos secos e mal formados, o que favorecerá a penetração dos raios solares entre os galhos.

Pular para o conteúdo