A imagem mostra pets na cama.

Pets na cama: Grupo UniEduK esclarece o tema ao Portal Terra

A médica-veterinária Aline Machado De Zoppa, conselheira do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK, explicou se há algum problema dormir com pets na cama, em que casos é preciso evitar isso, além de cuidados com a higiene dos cães e gatos. O assunto foi abordado pela coluna Vida e Estilo do Portal Terra.  

Confira o texto da coluna Vida e Estilo do Portal Terra na íntegra:

Especialista explica se pode dormir ou não com os pets na cama

Há um grande debate sobre dormir ou não com os pets na cama; veja agora a opinião de uma veterinária sobre o assunto 

Você está no quarto se preparando para dormir quando, de repente, seu pet sobe na cama para dormir com você. Essa situação é comum na vida de quem é mãe ou pai de cães e gatos. E aí? Deixar os bichinhos dormirem com você é bom ou ruim?

Segundo Aline Machado De Zoppa, médica-veterinária e conselheira do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK, dormir com os pets geralmente não causa nenhum problema de saúde. No entanto, é preciso ficar atento de ambos os lados.

É bom evitar caso você tenha alergia, por exemplo. Já no caso dos pets, é necessário ter atenção com a altura da cama, já que eles podem cair durante à noite. Esse cuidado deve ser redobrado, principalmente com cães de pequeno porte, pois uma queda pode causar danos graves a saúde deles.

“De fato, estar próximo ao tutor na hora de dormir pode ser prazeroso para o pet, mas talvez seja mais adequado manter o animal no chão, no conforto de sua caminha, dentro do quarto, evitando riscos de queda”, conclui Dra. Aline.

Agora caso sua cama não ofereça nenhum risco, ou seja, existe a possibilidade de o bichinho dormir em cima da cama com segurança, a prática não é um problema. Só será preciso te certos cuidados com a higiene do cão ou gato.

“Claro que será necessário manter uma rotina de higiene nos pets, principalmente se forem animais com hábito de passear na rua ou ir ao jardim. Sendo assim, é importante higienizar as patas, manter os banhos em dia e usar medicação antipulgas. Afinal, as pulgas podem transmitir doenças aos animais e picar os tutores”, explica a especialista.

Lembre-se também de deixar a porta do quarto entreaberta para ele poder sair e voltar se precisar ir ao banheiro durante a noite. Com animais idosos, pode haver uma maior dificuldade de subir e descer da cama, então cuidado nesses casos.

 

Como evitar?

Se você quiser evitar que o seu cão ou gato durma com você na cama, até para não acostumá-lo a um hábito que pode se tornar mais insustentável quando ele envelhecer, basta ensiná-lo desde pequeno.

“Claro que, se for permitido, o cão vai querer sempre ficar bem próximo do tutor. Mas se ensiná-lo desde pequeno a dormir na sua caminha, no chão ao lado da cama do tutor, o carinho será o mesmo. É possível também acostumar os animais a dormirem em outro cômodo da casa (sala, quintal). Nesse caso, proporcione um ambiente confortável e protegido do frio e da chuva”, finaliza Dra. Aline.

 

Crédito: Portal Terra

Pular para o conteúdo