A imagem mostra o professor Bellini Junior, palestrante do Congresso Nacional de Criminalística

Professor do Grupo UniEduK ministra palestra no Congresso Nacional de Criminalística

Antônio Carlos Bellini Jr, docente do curso de Direito, ministrou, no Congresso Nacional de Criminalística, a palestra “Autópsia verbal da ferramenta para melhora da qualidade de dados em saúde ao sistema de proteção aos profissionais de saúde durante a pandemia de Covid-19”

O Congresso Nacional de Criminalística 2022 contou com a contribuição do professor do curso de Direito do Grupo UniEduK, Antônio Carlos Bellini Júnior. O docente leciona Direito Penal na UniFAJ em Jaguariúna e na UniMAX em Indaiatuba.

Considerado o evento mais tradicional da Perícia Criminal e Ciências Forenses da América Latina, em 2022, o Congresso celebrou sua 26ª edição, simultaneamente com o 9º Congresso Internacional de Pericial Criminal e a 26ª Exposição de Tecnologias Aplicadas à Criminalística. O evento é organizado bienalmente pela Associação Brasileira de Criminalística (ABC).

No evento, que ocorreu em Campinas, o professor ministrou a palestra “Autópsia verbal da ferramenta para melhora da qualidade de dados em saúde ao sistema de proteção aos profissionais de saúde durante a pandemia de Covid-19”.

Durante a palestra, Dr. Bellini Júnior relatou a experiência de autópsia verbal, que diminui a necessidade de necropsia no Instituto Médico Legal (IML) e no Sistema de Vigilância de Óbito, altamente contagiosa durante a pandemia.

Para a sociedade, a importância do tema está relacionada ao desenvolvimento e melhora da qualidade de dados para a implementação de políticas públicas. Já para o palestrante, a autopsia verbal é um ferramenta relevante para o profissional de saúde, pois gera proteção àqueles que trabalham com corpos humanos falecidos.

 

Sobre o docente

Antônio Carlos Bellini Júnior é advogado, sócio do escritório Bellini Júnior & Vilhena Sociedade de Advogados, onde é o responsável pela supervisão das atividades contenciosas. É atuante nas demandas criminais e processos ético-disciplinares, em especial de caráter corporativo e relacionado à saúde.

Além disso, é doutorando em Saúde Coletiva pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e também é pesquisador de violência letal no Laboratório de Análise Espacial de Dados Epidemiológicos da FCM/UNICAMP – epiGeo.

Dr. Bellini foi diretor-técnico de Saúde da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. Atualmente é professor universitário e palestrante na área de especialidade em diversas entidades e faculdades.

O profissional é formado em Direito pela Universidade São Francisco e pós-graduado em Direito Processual Civil pela PUC Campinas.

Pular para o conteúdo