A imagem mostra a professora Kátia Feltre que publicou artigo na revista internacional.

Professora de Medicina Veterinária do Grupo UniEduK publica artigo em revista internacional voltada ao setor pecuário

Kátia Feltre leciona diversas disciplinas na UniFAJ em Jaguariúna e na FAAGROH em Holambra e teve parte dos resultados de sua tese de doutorado publicado na revista internacional Livestock Science

A docente do curso de Medicina Veterinária do Grupo UniEduK, Kátia Feltre, publicou um artigo científico com parte dos resultados de sua tese de doutorado na revista internacional Livestock Science, periódico que promove o setor pecuário por meio de pesquisas originais e artigos de revisão cobrindo todos os aspectos do campo da produção animal.

O título do artigo publicado em inglês é “Behavioral and metabolic responses of ponies fed a complete single diet, thermally processed and containing long fibere  aborda as novas formas de alimentação de cavalos em situações de emergência.

Vemos que, a cada ano, as condições climáticas são alteradas e isso tem impacto direto na alimentação dos animais. As secas prolongadas influenciam na disponibilidade de alimento, fazendo com que os preços das forragens conservadas (fenos, silagens e pré-secados) aumentem, encarecendo o processo de produção. Além disso, a dificuldade de encontrar produto de qualidade no mercado nessas épocas é maior, fazendo com que o criador opte por alternativas nem sempre favoráveis à saúde dos cavalos”, comenta.

Em seguida, a professora destaca a importância de sua tese. “Assim, o trabalho apresenta uma alternativa de alimentação nessas situações, além de servir também para criadores situados em locais urbanos e com limitações nas áreas de pastagens como hospitais veterinários, hípicas e batalhões de polícia, bem como facilita o manejo por criadores localizados em regiões onde a produção de forragens é limitada (como regiões do Nordeste)”, afirma.

“Entretanto, é preciso lembrar que, para esse trabalho, os resultados foram favoráveis tanto para o metabolismo e fisiologia animal quanto para o comportamento de cavalos criados em baias. Porém, é preciso mais pesquisas para verificar o uso do produto a longo prazo”, diz a docente.

 

Sobre a publicação na revista internacional 

A docente conta como foi o processo para ter seu artigo publicado na revista Livestock Science. Primeiro, é importante escrever um bom artigo na língua nativa (no caso, português). Procurar identificar as principais informações do trabalho e compará-las com as de outros autores, quando existirem”, ressalta.

Ela acrescenta que: “No caso deste artigo, trabalhos com dietas completas processadas termicamente são mais raros, fazendo com que as comparações na discussão ficassem limitadas”.

Em seguida, entra a tradução para o inglês, já que é obrigatório para revistas que são internacionais. É importante fazer uma boa tradução para que o artigo tenha maior alcance, principalmente no exterior”, explica.

Kátia salienta também que é preciso ficar atento às normas de cada revista. “Cada revista exige uma norma diferente e, caso o artigo não corresponda, ele não será aceito. Ao submeter um artigo, o autor deve ficar atento a todos os passos solicitados pela revista: é preciso anexar além do manuscrito, documentos específicos como declaração de interesse e carta ao editor”, enfatiza.

Após a submissão, o artigo passa pelo editor que vai decidir se o artigo deve ir para a revisão ou não. Em caso positivo, há a revisão por pares, onde outros pesquisadores vão avaliar o texto e fazer sugestões de correções. Esse processo é demorado e, dependendo da revista, pode durar até seis meses, o que causa certa frustração nos autores. É preciso ter muita paciência e persistência e, quando o artigo é rejeitado, lembrar que existem várias revistas boas que podem aceitá-lo”, conclui.

 

Sobre a professora

Kátia Feltre possui graduação em Zootecnia e mestrado em Forragicultura e Pastagens pela Universidade Federal de Lavras (UFLA), doutorado em Nutrição e Produção Animal pela Universidade de São Paulo (FMVZ/USP) e MBA em Marketing pelo instituto PECEGE (MBA/USP/ESALQ).

Foi orientadora de monografia em curso de MBA em Agronegócios (MBA/USP/ESALQ) e atuou como supervisora técnica de vendas na empresa Qualy Nutrição Animal.

Atualmente, é professora no Grupo UniEduK, onde leciona Nutrição Animal e Forragicultura; ministra também Marketing e Informática aplicados à Medicina Veterinária na UniFAJ e Zootecnia Geral no curso de Engenharia Agronômica da FAAGROH.

 

Confira notícias do Grupo UniEduK
Pular para o conteúdo