A imagem mostra o primeiro paciente a utilizar tomógrafo do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK que recebeu alta médica.

Primeiro paciente a utilizar tomógrafo do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK recebe alta médica

Cachorro da raça Teckel, popularmente conhecida como “salsichinha”, recebe alta após tratar de hérnia de disco, descoberta graças ao tomógrafo do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK  

O primeiro animal a realizar o exame de tomografia no novo tomógrafo do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK recebeu alta após concluir seu tratamento. A cirurgia necessária para cuidar do caso de hérnia de disco do paciente só foi possível por conta do exame, que localizou a lesão e auxiliou a definir a técnica a ser empregada.

De acordo com o docente responsável por acompanhar o caso, professor Arilton Teodoro, as extrusões discais (hérnias de disco) são frequentes em cães da raça Teckel, popularmente conhecida como “salsichinha”.  Ainda, revela que o paciente em questão já havia sido operado em outro serviço há um ano e, nesse momento, teve uma piora do quadro neurológico, com perda parcial das funções motoras dos membros.

Após avaliação clínica, constatou-se lesão e o paciente foi prontamente encaminhado para o exame de tomografia, que demonstrou duas extrusões na lombar. O procedimento cirúrgico indicado foi a hemilaninectomia, para a remoção do material distal”, explica o médico-veterinário.

A equipe que realizou a cirurgia do animal foi composta, além do professor Arilton, pela anestesista dra. Ana Lara Borges e pelo auxiliar de cirurgia Guilherme Medina, aluno de Medicina Veterinária e estagiário do Hospital Veterinário.

Depois da cirurgia, o docente conta que o cachorro foi encaminhado para o setor de fisioterapia do HVET, a fim de agilizar a sua recuperação. “Todo o processo clínico, diagnóstico, cirúrgico e fisioterápico foi acompanhado pelos alunos. Essas experiências fazem com o que é ensinado em sala de aula seja melhor compreendido e sedimentado por parte dos alunos”, reforça o professor.

Além disso, a presença de equipamentos de ponta no local, como o tomógrafo, auxiliou muito o trabalho, não só nesse caso, mas em diversos outros atendimentos, haja vista a qualidade da imagem e a agilidade na realização dos exames.

Pular para o conteúdo