A imagem traz uma foto da professora Cinara Libéria com o texto sobre a Lista 100 Mulheres Poderosas do Agro, da Forbes.

Professora do Grupo UniEduK é uma das 100 mulheres mais poderosas do Agronegócio, segundo Forbes

Cinara Libéria Pereira Neves, docente das disciplinas de Fruticultura, Micropropagação e Sementes na FAAGROH, aparece na lista da Forbes como destaque na área de floricultura e plantas ornamentais

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher Rural, a Forbes divulgou uma lista das “100 Mulheres Poderosas do Agro”. Nessa lista, a professora do Grupo UniEduK, Cinara Libéria Pereira Neves, foi indicada como destaque na produção e manejo de flores e plantas ornamentais. A professora atua no campus da FAAGROH, ministrando as disciplinas de Fruticultura, Micropropagação e Sementes. 

Na lista, a Forbes procurou selecionar representantes do movimento de mudança no campo. Por meio delas, o objetivo foi  homenagear as demais mulheres que atuam no agronegócio – mesmo que o trabalho seja realizado a partir das cidades.

O Grupo UniEduK conversou com a docente para saber um pouco mais sobre como ela se sente e o que fez para chegar ao nível de reconhecimento que possui hoje. Confira a entrevista:

 

INDICAÇÃO DA FORBES

Grupo UniEduK: Para você, o que significa ser indicada como uma das 100 mulheres mais poderosas do agronegócio?

Cinara Libéria: Um reconhecimento muito grande, a um ponto que eu nunca imaginei chegar. Na minha vida, eu não almejava de forma alguma ter um impacto tão grande para a sociedade, mas olhando a minha trajetória até aqui, digo que foi um reconhecimento do meu esforço diário, que veio para impulsionar ainda mais a minha vontade de estar atuando no setor.

Grupo UniEduK: Na sua opinião, quais competências podem ter ajudado a atingir o nível profissional em que se enquadra atualmente?

Cinara Libéria: Resiliência, tolerância e persistência são minhas competências que podem ter contribuído para  essa conquista.

Grupo UniEduK: Qual a importância da mulher no agronegócio?

Cinara Libéria: A mulher tem o mesmo papel que o homem tem, não existe diferença na minha cabeça. Porém, estamos passando por mudanças sociais que fazem com que as mulheres se destaquem em um setor que não se encontrava muito atuante. Fazendo o nosso trabalho com amor, carinho e dedicação, teremos um destaque em qualquer lugar que tivermos. 

 

Fazendo o nosso trabalho com amor, carinho e dedicação teremos um destaque em qualquer lugar que tivermos.

 

A ESCOLHA PELO AGRONEGÓCIO

Grupo UniEduK: Como foi a escolha de seguir a área relacionada ao agronegócio?

Cinara Libéria: Foi uma coisa que não foi escolhida, eu posso dizer que eu nasci agrônoma. As minhas brincadeiras de infância eram muito ligadas à área de plantas, adorava brincar no fundo de casa, nos jardins da casa da minha avó, das minhas tias, da minha mãe! Então, seguir a carreira foi meio que um destino, aperfeiçoei esse meu amor pelas plantas com meu curso de graduação em Agronomia e mestrado e doutorado em Produção de Plantas.

Grupo UniEduK: Durante a sua vida profissional, qual o maior desafio já enfrentado com a importância dele para o seu amadurecimento?

Cinara Libéria: Meu maior desafio foram os estudos, porque estar inserido numa rede de pesquisa dentro de uma Instituição Federal requer muita persistência, estudo e resiliência. Meus anos dentro da academia, como discente, me fazem entender que o estudo é o  maior desafio nos dias de hoje, pois ele será o seu guia para ter os melhores resultados no âmbito profissional. Porém, ele também te dá base para a vida propriamente dita.

 

ATUAÇÃO EM CONGRESSOS

Grupo UniEduK: Qual o maior aprendizado que o trabalho no Congresso Brasileiro de Floricultura e de Plantas Ornamentais trouxe?

Cinara Libéria: Posso dizer que o maior aprendizado adquirido está na ideia de que “quando se tem força de vontade, tudo se consegue”. Com uma equipe descentralizada, espalhada pelo Brasil, com pouco recurso e com palestrantes que dispuseram o seu tempo para nos ajudar, fizemos um grande evento. Um evento que trouxe a todos os congressistas um pouco de tudo que temos aqui em Holambra.

Grupo UniEduK: Qual seu principal objetivo com o trabalho na área de floricultura e plantas ornamentais?

Cinara Libéria: Meu maior objetivo é levar informações ao produtor, principalmente, o pequeno. Muitas das vezes, esses produtores não têm um engenheiro agrônomo, faltando algumas vezes informações para que possam fazer a grande diferença no seu processo de produção.  

 

Posso dizer que o maior aprendizado adquirido foi: “quando se tem força de vontade, tudo se consegue”.

 

ATUAÇÃO COMO PROFESSORA 

Grupo UniEduK: Quais disciplinas leciona na FAAGROH?

Cinara Libéria: Atualmente, sou professora das disciplinas de Fruticultura, Micropropagação e Sementes. 

Grupo UniEduK: Qual parte mais gratificante de ser professora e poder passar seu conhecimento para os futuros profissionais?

Cinara Libéria: A parte mais gratificante é ver que os meus alunos estão saindo da faculdade com conhecimento adquirido junto a profissionais que querem mudar o mundo. Ver o sucesso dos meus alunos faz parte de um grande presente que recebemos  com o passar do tempo.

Grupo UniEduK: O que diria a todos que estão estudando áreas relacionadas ao agronegócio?

Cinara Libéria: Seguir essa carreira é extremamente essencial para alimentar o mundo, para fazer a nossa economia girar. Hoje, necessitamos de bons profissionais que tragam para o produtor todo tipo de informação, que eles consigam colocar em prática tudo o que aprenderam na faculdade. 

 

Com informações: Forbes

 

Confira notícias dos cursos relacionados ao Agronegócio do Grupo UniEduK

 

Pular para o conteúdo