A imagem mostra alunos realizando exame de toque a fim de reconhecer a eficiência reprodutiva de animais.

Alunos de Medicina Veterinária avaliam eficiência reprodutiva de mamíferos

Com a Avaliação de Escore Corporal, alunos do curso de Medicina Veterinária estimam a eficiência reprodutiva de éguas e outros mamíferos

A fim de aprenderem sobre a avaliação de animais na prática, os alunos do curso de Medicina Veterinária do Grupo UniEduK (UniMAX) realizaram exames de toque em equinos. Durante a prática, os estudantes verificaram a relação entre o Escore de Condição Corporal (ECC) e a eficiência reprodutiva dos animais. Além disso, também avaliaram a relação do Crest Neck Score (CNS), uma medida do depósito de gordura pontual (pescoço), que tem relação com a ocorrência da Síndrome Metabólica Equina. 

Durante a aula, os alunos receberam base teórica sobre os procedimentos e aprenderam como mensurar o Escore de Condição Corporal (ECC) e o Crest Neck Score (CNS) examinando cavalos com diferentes condições corporais. 

O Escore de Condição Corporal é um índice avaliado de acordo com a visualização e palpação da deposição de gordura e cobertura muscular do animal, de forma a estimar seu estado nutricional. De acordo com a professora responsável pela prática, Kátia Feltre, o ECC e o CNS são ferramentas práticas, baratas e rápidas para se mensurar a quantidade de tecido adiposo dos animais. 

Ambas possuem relação com problemas metabólicos e reprodutivos. Dessa forma, melhorar a percepção do aluno sobre a importância de identificar ou evitar a obesidade nos animais faz com que sejam profissionais diferenciados”, explica a docente. 

Esta prática do curso de Medicina Veterinária do Grupo UniEduK beneficiou não só os animais avaliados e diagnosticados, mas também os alunos, que puderam treinar essas competências de avaliação que são tão importantes para o trabalho em campo. 

A professora Kátia comenta que o objetivo da aula foi alcançado, visto que os estudantes chegaram a resultados coerentes com as condições dos cavalos. “Em uma situação de campo, esses futuros médicos-veterinários poderão orientar criadores sobre os riscos de ter um animal obeso e até mesmo treinar colaboradores de como realizar essa avaliação”, finaliza a professora. 

 

Confira notícias do curso de Medicina Veterinária do Grupo UniEduK
Skip to content
Deseja receber notificações das últimas notícias e novidades no dispositivo?    Sim! Não, obrigado!